A disfunção erétil ou impotência sexual, ainda é um tabu e pouco se fala sobre o assunto e as consequências deste problema.

Disfunção erétil é diagnosticada quando o indivíduo não consegue obter ou manter uma ereção do pênis, rígida o suficiente para realizar uma relação sexual satisfatória para ambos os parceiros. Esta incapacidade tem que ser recorrente em pelo menos 50% das tentativas.

Muitos homens passam por um episódio de disfunção erétil e já se auto diagnosticam como impotentes. Passar por uma ou duas situações não significa impotência. Pode ser que você esteja apenas passando por um momento de instabilidade emocional.

Para ter certeza do diagnóstico procure sempre um profissional da área (neste caso urologista) e exponha suas dúvidas. Este profissional, através de informações e exames chegará ao diagnóstico (se for o caso), as causas e o tratamento.

Muitos homens por timidez não buscam ajuda e sofrem calados.

Então a pergunta é: A impotência sexual pode afetar seu relacionamento?

A resposta é: depende. Se você tem um relacionamento de parceria e falam sobre o assunto certamente as chances de superarem isto juntos é muito maior.

Em primeiro lugar não tenha vergonha e enfrente o problema como deve ser enfrentado, buscando ajuda de um profissional. Se for confirmado o diagnóstico, ele lhe dirá a causa e o possível tratamento para o seu caso, muitos homens tem usado Tittanus com ótimos resultados.

Diante disto, converse com sua parceira (ou parceiro) e exponha o problema, mostrando que você já está buscando uma solução. Se você se sentir à vontade, convide sua parceira (o), para lhe acompanhar nas consultas.

Se, ao contrário, você não buscar ajuda, não falar do problema, tentar fingir que não está acontecendo nada, seu parceiro ou parceira obviamente vai perceber que algo não está funcionando bem e pode até mesmo se sentir culpado.

Quando o homem está passando por este problema de impotência, é claro que as relações sexuais esfriam e são evitadas. Se a sua parceira (o) não sabe o que está acontecendo, vai começar a imaginar que não é mais desejada, que o parceiro não sente mais atração por ela (e), e sim pode desencadear o fim de um relacionamento, mesmo que os dois ainda se gostem.

O diálogo é sempre o melhor caminho para que superem este problema. Buscar ajuda, compartilhar a situação com sua companheira (o) vai lhe dar segurança para superar este período com mais confiança e obter um resultado positivo.

 

 

A sexualidade do homem em muitas ocasiões tende a ser um grande tabu, no entanto muitos deles de forma anônima procuram saber e conhecer quais são os exercícios para ampliar o pênis. Há muitas técnicas e exercícios para aumentar o pênis e em todo este artigo irá mostrar-lhe como você pode conseguir aumentar o tamanho do membro em poucos centímetros, o que irá melhorar não só a auto-estima do homem, mas também melhorar a sua aparência física e seu humor. Além desses exercícios existem também o libid gel que é um gel responsável por aumentar o tamanho do pênis e ajudar melhorar a ereção.

Exemplo de exercícios para ampliar o pênis

Embora o exercício físico seja um bom aliado para aumentar o pênis , também levar uma vida saudável e uma dieta saudável ajudará muito não só para aumentar o pênis, mas também melhorar o desempenho sexual. Existem muitos alimentos que são afrodisíacos e que ajudam a aumentar a testosterona. Um exemplo disso são ostras e frutos do mar, bem como algumas vitaminas e minerais e levedo de cerveja.

Incorporando esses alimentos em nossa dieta diária, podemos aumentar o tamanho do pênis, bem como melhorar nossa saúde sexual. Alguns especialistas também recomendam incorporar nozes que são ricas em ácidos graxos saudáveis ​​e também parar de usar álcool e tabaco, o que pode influenciar o tamanho do pênis.

Um dos exercícios para ampliar o pênis é a lubrificação, isso é muito importante, pois pode ajudar não só a ampliá-lo em seu comprimento, mas também em sua espessura. Por esta razão, é sempre recomendável usar lubrificante antes do sexo. Não só ajudará a dar mais prazer, mas também pode fazer o pênis ficar mais longo e ficar maior.

Recomenda-se sempre usar um produto especialmente concebido para esta ocasião. Os produtos devem ser originais e comprados em farmácias. Recomenda-se não usar outros tipos de produtos, como vaselina , óleos para bebês ou outros tipos de óleos naturais. Recomenda-se sempre usar um lubrificador especial, pois o uso de vaselina ou de outros produtos pode causar irritação ou alergias.

Dicas e Exercícios para ampliar o pênis

Existem muitas dicas, bem como medicamentos naturais que podem ajudar a aumentar o pênis. Muitas raízes vegetais e poções mágicas foram criadas nos últimos tempos, porém muitas pessoas sempre recorrem a alguns alimentos ricos em zinco, o que ajuda a melhorar a atividade sexual e também a aumentar o pênis, como o gengibre, Pimenta caiena e também os frutos do mar, especialmente as ostras.

Outro dos exercícios mais populares para ampliar o pênis são massagens. Realizar massagens diariamente pode ajudar a aumentar consideravelmente o tamanho do pênis em alguns centímetros a mais. Mas nem qualquer tipo de massagem pode ajudar a aumentar o pênis, é especialmente uma massagem que deve ser realizada moderadamente e seguindo uma série de instruções.

Esta técnica de massagem para aumentar o pênis é muito simples. A primeira coisa a fazer é colocar sua mão sob a glande e com a outra mão você deve pressionar o topo. Estas massagens suaves não só ajudam a ativar a circulação sanguínea, mas também aumentam o tamanho do membro. Após as massagens, recomenda-se fazer um alongamento por um tempo de um minuto. Você pode repetir essa técnica todos os dias para obter bons resultados a curto prazo.

Após esta série de exercícios para agradar o pênis, melhora a saúde sexual e o resto do homem sentir-se-á mais confiante e terá uma vida sexual de melhor qualidade.

Se deseja saber mais detalhes sobre esse assunto, no Portal de Saúde e Beleza Funplace mostramos muito mais detalhes sobre isso, espero que tenha ajudado de alguma forma.

As ereções são surpreendentemente complicadas . Sua cabeça, coração, hormônios, vasos sangüíneos e mais ou menos um milhão de outras coisas têm que funcionar juntos perfeitamente para tirar essa coisa louca que chamamos de ereção – então não fique chateado se as coisas nem sempre saírem como planejado. Acontece.

Estimulantes sexuais naturais como o xgrowup é a melhor maneira para tratar a disfunção erétil, é uma ótima maneira e pode ser sua melhor opção – mas há várias maneiras de aumentar a força e a frequência de sua ereção com apenas algumas mudanças simples de estilo de vida. Aqui estão três coisas simples que você pode fazer para melhorar suas ereções sem medicação.

MAIS EXERCÍCIO = MELHORES EREÇÕES

Me pare se você já ouviu isso: o exercício é bom para você. Eu sei que é um médico chato dizer-lhe para se exercitar regularmente, mas a saúde cardiovascular e as ereções estão intimamente ligadas.

A disfunção erétil é frequentemente o primeiro sinal de problemas de saúde mais sérios – como doença cardíaca ou hipertensão.

Os vasos sanguíneos em seu pênis são menores do que as veias e artérias maiores em outras partes do corpo. O que isso significa é que o primeiro sinal de hipertensão, doenças cardíacas, colesterol alto e artérias entupidas pode não ser um derrame ou um ataque cardíaco. Muitas vezes, será disfunção erétil. A atividade física regular reduz os riscos de doenças cardiovasculares (o que é incrível), mas também reduz o risco de disfunção erétil. Se há uma razão melhor para suar uma aula de spin, não consigo pensar em uma.

TODAS AS COISAS COM MODERAÇÃO

A boa notícia é que você não precisa se transformar em um rato de academia para ver os resultados. Apenas incorpore algumas atividades diárias em sua rotina. 20 minutos de exercício por dia parece ser o número mágico, e é mais fácil do que você pensa:

  • Estacione naquele local distante que ninguém quer. Você adicionará alguns minutos ao seu passeio matinal, mas será o herói do escritório. As pessoas farão um desfile em sua homenagem (Dica de ginástica: esteja em um desfile. São duas milhas de cardio sólido).
  • Vá pelas escadas ao invés do elevador. Familiarize-se com todas as saídas de incêndio no seu local de trabalho enquanto queima algumas calorias.
  • Dê um passeio sempre que você atender uma chamada. É chamado de telefone celular por um motivo. O movimento cria emoção, então saia de seu bumbum e faça o bombeamento de sangue durante sua próxima recapitulação trimestral ou grande chamada de vendas.

Encontre tempo para se exercitar, pois alguns minutos por dia podem acrescentar anos à sua vida – literalmente. E se esse exercício resultar em ereções mais fortes e mais frequentes, melhor ainda.

VOCÊ É O QUE VOCÊ COME

Alerta:  Uma dieta saudável é boa para você. O que você talvez não saiba é que hábitos alimentares melhores também estão associados a um risco menor de disfunção erétil . E a coisa legal sobre uma dieta saudável é que você não necessariamente tem que perder peso ou alterar seu índice glicêmico para obter melhores ereções. Você apenas tem que melhorar a qualidade dos alimentos que você come.

Homens que comem menos carne vermelha, alimentos processados ​​e açúcar e comem mais frutas, legumes e grãos integrais são menos propensos a ter disfunção erétil.

Vários estudos revisados ​​por especialistas, associaram uma dieta saudável à redução do risco de disfunção erétil – sem mencionar outras doenças graves como diabetes tipo 2 e obesidade (ambos fatores de risco para disfunção erétil). O segredo é aumentar frutas, verduras e grãos e reduzir alimentos processados, açúcar e carne vermelha.

Você sabia que existem exercícios físicos que favorecem o desempenho sexual? Sim, além de aumentar sua resistência física na hora do sexo, eles aumentam a produção de testosterona, hormônio responsável pelo desejo sexual e promovem mais uma série de benefícios.

Qualquer prática de atividade física pode promover os benefícios citados acima, no entanto, existem alguns exercícios físicos mais específicos, que são capazes de aumentar o desempenho no sexo. Neste artigo você conhecerá alguns deles, acompanhe.

 

Conheça os exercícios físicos que favorecem o desempenho sexual

Veja a seguir algumas atividades físicas que trabalham áreas do corpo como a região pélvica, pernas e músculos responsáveis por sustentar seu corpo na hora ‘H’, e, consequentemente, aumentam o desempenho no sexo:

  • Malhando o assoalho pélvico: este exercício é útil para a solução de problemas como ejaculação precoce, problemas de ereção e outros relacionados a bexiga. Para realizá-lo você pode começar cortando o fluxo da urina no banheiro. Depois que identificar os músculos responsáveis por essa ação, basta que os contraia e relaxe algumas vezes por dia;
  • Prancha: esse exercício melhora muito a resistência muscular na hora do sexo, mas é importante que seja feito sempre com a coluna ereta: apoie as duas mãos no chão, na mesma linha dos ombros, e simultaneamente as pontas dos pés. Mantenha o corpo firme na altura da região da pélvis, como se seu corpo fosse uma tábua. Faça 10 repetições de 20 segundos;
  • Agachamento: esse exercício aumenta o fluxo de sangue na região da pélvis e a produção de testosterona. Com um peso nas mãos, os braços esticados e as pernas abertas, alinhadas ao quadril, mantendo sempre a coluna reta, agache o máximo que puder e levante em seguida. Faça 15 repetições no mínimo;
  • Alongamento para a lombar: apesar de parecer mais um exercício de relaxamento, esse alongamento promove um aumento do fluxo de sangue na região da pélvis. Para realizá-lo é preciso que você se deite com a barriga direcionada para o chão, deixando as pernas eretas com a parte de cima dos pés rentes ao chão. Apoie as mãos firmemente no chão e levante o dorso, mantendo os braços eretos. Mantenha essa posição ao menos por 15 segundos.

Para ter resultados ainda melhores tome 2 capsulas diárias de Power Blue, um suplemento natural que ajuda muito no desempenho sexual e que dá disposição, ânimo e energia também.

Existem diversos exercícios físicos que favorecem o desempenho sexual, basta que esteja atento aos detalhes e pesquise mais sobre o assunto, confira mais alguns no vídeo abaixo:

Não se esqueça sempre de realizar os exercícios com segurança, mantendo uma postura correta.

É certamente uma noite que você não esquecerá levemente. Mas pelo motivo errado. Foi uma semana agitada. Você trabalhou duro nessa proposta e não estava em casa nenhum dia antes da meia-noite. Esta noite você faria as pazes com sua esposa. Você comprou rosas. ela abriu uma garrafa do seu vinho favorito. Depois do jantar, quando você coloca o telefone fora do gancho, ela vem atrás de você e beija você em seu pescoço, fazendo você se sentir todo animado.

Tudo parecia estar seguindo o plano. Tudo, exceto aquela parte do seu corpo. Uma parte essencial. Você se perguntou o que estava acontecendo em nome do céu? Isso acontecerá novamente na próxima vez? Há algo de errado com isso? Sim senhor. Primeiro, você deve saber que não é o único homem que aconteceu isso.

Se forem honestos, todos os homens terão que admitir que alguma vez sofreram de impotência. Pode ser uma experiência terrível. Um homem pode ver toda a imagem de sua masculinidade sendo minada. O termo impotência é usado quando um homem é incapaz de penetrar e manter a ereção até que ele ejacule.

Até o início dos anos 1970, especialistas acreditavam que a maioria dos problemas de ereção indicava problemas psicológicos subjacentes. Hoje, o mundo da medicina reconhece que quase metade de todos os homens impotentes tem um problema físico ou estrutural que é, pelo menos em parte, responsável pela situação. O que você pode fazer para evitar problemas com a ereção?

Hoje a maioria dos homens estão fazendo o uso dos estimulantes sexuais naturais, sendo o mais recomendado deles o xtrasize que é um suplemento natural capaz de melhorar a ereção, retardar a ejaculação e aumentar alguns centimetros no tamanho do pênis, e além de tudo ele não causa efeitos colaterais.

Dê a si mesmo algum tempo

Como um homem envelhece, ele pode precisar de mais estimulação genital para conseguir uma ereção. Homens com idade entre 18 e 20 anos podem ter uma ereção em questão de segundos. Se você tem mais de trinta ou quarenta anos, pode demorar um ou dois minutos. Mas se um homem de 60 anos não tiver uma ereção após dois minutos, isso não significa que ele seja impotente. Só demora um pouco mais. O tempo entre a ejaculação e a próxima ereção também aumenta com a idade. Em alguns homens entre os 60 e os 70 anos, pode demorar um dia ou mais até voltarem a ter uma ereção. Esta é uma consequência do envelhecimento.

Olhe para os seus medicamentos

Medicamentos e afrodisíacos naturais podem ser a base do problema. Mas também podem ser os anti-histamínicos, diuréticos ou tranquilizantes que você usa. Mais de 200 medicamentos são conhecidos por causar problemas. A impotência medicamentosa é mais comum entre os homens com mais de 50 anos. Em um estudo americano com 188 homens, o problema foi causado por drogas em 25% dos casos. Se você suspeitar que a falha é com a sua medicação, consulte o seu médico. Ele pode ajustar a dose ou recomendar outro medicamento. No entanto, nunca continue por conta própria.

Cuidado com estimulantes

Drogas como cocaína, maconha, opiáceos, heroína, morfina, anfetaminas e barbitúricos têm um efeito mortal na sua potência.

Tenha cuidado com o álcool

Shakespeare acertou em cheio na cabeça quando escreveu em MacBeth que o álcool despertava a luxúria, mas tirou a performance. Isso ocorre porque o álcool tem um efeito calmante no sistema nervoso. O álcool diminui a sua capacidade de resposta, criando um estado que é o oposto da emoção.

Até dois copos como aperitivo podem causar problemas. Com o tempo, o uso excessivo de álcool pode causar distúrbios hormonais. O abuso crônico de álcool pode causar danos nos nervos e no fígado. Quando o fígado está danificado, um distúrbio funcional pode ocorrer porque o homem tem muitos hormônios femininos em seu corpo. E para manter tudo funcionando corretamente, a concentração de testosterona deve ser alta o suficiente.

O que é bom para as veias também é bom para o pênis

Nos últimos 5 anos tornou-se bastante claro que o pênis é um órgão vascular. As mesmas coisas que obstruem suas veias – colesterol e gorduras saturadas na dieta – dificultam o fluxo sanguíneo para o pênis. É certo que todos os homens com mais de 38 anos têm um certo estreitamento das veias que correm para o pênis. Então, preste atenção ao que você come. O colesterol alto é provavelmente uma das principais causas de impotência no Ocidente. O colesterol parece afetar o tecido erétil.

Não fumar

Estudos mostram que a nicotina pode funcionar de forma vasoconstritora. Em um estudo conduzido em cães bastardos adultos e saudáveis, foi estabelecido que após a inalação de fumaça de apenas dois cigarros, cinco cães não conseguiam mais atingir uma ereção e um sexto era incapaz de mantê-los. Os pesquisadores acreditam que a inalação de fumaça de cigarro previne a ereção impedindo que o músculo liso relaxe o tecido erétil.

Certifique-se de estar feliz com o seu corpo

Você joga alguns quilos de peso com os pensamentos? Karate para fazer? Você quer se exercitar? faça isso. Sexo é contato físico. Quanto melhor você se sentir em seu corpo, mais “sentido” você terá.

Não exagere com o esporte

Se você se exercita demais, estimula o corpo a produzir analgésicos mais naturais, as endorfinas. A ciência não sabe exatamente como eles funcionam, mas sabe-se que eles reduzem a percepção sensorial. A curto prazo, o esporte é bom, mas depois de passar por um certo ponto, o corpo se protegerá.

Espere até a dor acabar

Seu corpo faz substâncias analgésicas quando você está com dor. Estes opiáceos podem eliminar todos os estímulos sexuais. Não há nada para contrariar isso. Você só pode esperar até melhorar.

Relaxe

Um estado mental relaxado é crucial. Seu sistema nervoso pode funcionar de duas maneiras. Quando o sistema nervoso simpático domina, seu corpo está literalmente em “estado de alarme”. A adrenalina prepara você para lutar ou fugir.

Os nervos desviam o sangue do seu sistema digestivo e do seu pênis e o enviam para os músculos. Seu sistema nervoso simpático pode ser desencadeado por ansiedade exagerada. Para alguns homens, o medo do fracasso é tão grande que o corpo é inundado de norepinefrina, um hormônio da medula supra-renal. Isso é exatamente o oposto do que você precisa para uma ereção.

A solução é que você tente relaxar, de modo que o sistema nervoso parassimpático tenha vantagem. Sinais enviados através desta rede,

Evite estimulantes gerais

Estes incluem cafeína e certas substâncias questionáveis ​​que supostamente promovem a potência. O mais importante é que você esteja relaxado durante o sexo. Estimulantes geralmente têm um efeito geral. Eles permitem que o músculo liso que tem que se expandir para conseguir uma ereção se contraia.

Concentre sua atenção em outra coisa

Uma boa maneira de relaxar é se concentrar mais nos aspectos sensuais do sexo junto com seu parceiro. Divirta-se de maneira agradável, sem se preocupar com a ereção. By the way, a pele é o maior órgão sexual do corpo. Portanto, não se deixe guiar apenas pelo seu pênis. Todo o corpo deve estar envolvido.

Olhar para frente

É uma boa ideia prever antecipadamente o que você fará se não tiver uma ereção. Quais são as possibilidades? Se você não está tão obcecado com a ereção em si, será muito mais fácil chegar a uma ereção novamente.

Converse com sua parceira

Não deixe a tensão no quarto subir ainda mais devido a um silêncio desagradável. Juntos, você pode tentar descobrir o que está acontecendo. Estresse no trabalho? Preocupação com uma criança doente? Se você entende as coisas que podem causar impotência, você pode encontrar uma explicação para isso sem ter que atribuir uma ereção a algo que não está lá. Também discuta outras possibilidades. Talvez você possa fazer amor de uma maneira diferente? Não deixe a ereção, ou a falta dela, perturbar o seu jogo de amor.