Emagrecer pode curar diabetes?

Quem tem diabetes sabe como essa condição pode mudar completamente a vida de uma pessoa. É preciso fazer uma série de adequações na rotina e principalmente na alimentação.

Mais do que isso, quando se está acima do peso, o emagrecimento é praticamente um pré-requisito.

O que acontece é que quando o objetivo é emagrecer, deve-se sempre adotar uma alimentação saudável e que tenha alimentos mais equilibrados. Você também pode fazer uso de suplementos naturais que ajudam emagrecer, Keto Boost é um dos melhores atualmente.

A prática de atividade física regular também é muito recomendada para a perda de peso.

É essa combinação de novos hábitos de vida mais saudáveis que também oferece um impacto positivo sobre os níveis de açúcar no sangue, contribuindo para o tratamento do diabetes.

Por isso, de acordo com a gravidade da doença e também o tempo que ela já está instalada e também fatores genéticos, é possível reverter o quadro com a perda de peso.

Assim, é possível excluir a ingestão de medicamentos para controlar os níveis de glicose, fazendo com que o corpo mesmo seja capaz de se regular como antes.

Contudo, claro, o emagrecimento por si só pode não ser a garantia, pois o que verdadeiramente impacta é a mudança dos hábitos de vida, adotando práticas mais saudáveis.

Quando a chance de curar o diabetes é maior?

O emagrecimento pode sim ajudar a curar o diabetes. Contudo, a chances de esse tratamento dar certo são muito maiores em pessoas cuja doença se manifestou há pouco tempo, ou seja, quadros iniciais.

É também o caso daquelas pessoas que só usam medicamentos para o controle da glicemia.

No caso dos pacientes que já usam injeções de insulina, a dificuldade de conseguir a cura através da mudança de hábitos pode ser um pouco maior.

Mesmo assim, certamente o emagrecimento pode ajudar a diminuir a quantidade de aplicações e até mesmo as doses de cada injeção.

Cuidados para emagrecer com diabetes

A regra de ouro para emagrecer é sempre optar por alimentos saudáveis e balanceados, seja você um diabético ou não. Vamos ver algumas ótimas dicas a seguir:

  • Carboidratos saudáveis

Os carboidratos não são vilões, basta escolher os certos para a sua alimentação. Opte pelos grãos integrais, legumes, frutas, laticínios sem açúcares e leguminosas.

  • Diminuir o sal

O sal aumenta o risco de hipertensão e problemas cardiovasculares. Quando já se tem diabetes, isso pode acentuar ainda mais o risco, portando, cuidado.

  • Mais verduras e frutas

As frutas e verduras são ótimas para melhorar o funcionamento do organismo como um todo, além de serem ricas e fibras e vitaminas. É importante comer com moderação, claro!